Facebook: de plataforma de entretenimento a uma grande aliada para os negócios

Facebook: de plataforma de entretenimento a uma grande aliada para os negócios

A tecnologia nunca mais foi a mesma após a criação de uma das mais acessadas plataformas digitais do mundo: o Facebook. O que começou como um jogo de entretenimento e diversão para alguns estudantes americanos, expandiu-se e se tornou em um dos conglomerados mais lucrativos do mundo. 

Com diversas funcionalidades, essa rede social deixou de ser um simples passatempo de entretenimento, para virar uma das ferramentas com alto investimento em marketing e publicidade. 

“Ah, mas eu já assisti ao filme A Rede Social e já sei de tudo”. Ele é muito bom mesmo, mas você se engana caso ache que a obra fala sobre tudo. Por isso, nos acompanhe e entenda melhor a origem desse conglomerado e sua evolução. 

 

História do Facebook:

Vamos começar falando sobre a origem de tudo, mas não se preocupe que abordaremos as partes principais, certo? O assunto é bem extenso…

Em 2003, o estudante americano, Mark Zuckerberg, cria uma página chamada FaceMash. O objetivo da plataforma era comparar fotos de estudantes da universidade e deixar o usuário escolher a pessoa mais bonita entre duas opções.   O negócio foi um sucesso, mas, segundo o Tecmundo (2018) muita gente não curtiu e o site saiu do ar pouco tempo depois, por usar a base de dados da instituição sem autorização. A universidade emitiu uma advertência e Mark se desculpou. 

Em 4 de fevereiro de 2004, com o lançamento de um site chamado TheFacebook, oficialmente se inicia a história do Facebook.  Os responsáveis eram estudantes da universidade de Harvard, incluindo o Zuckerberg. O serviço era simples e só funcionava no campus, o logo ficava entre colchetes e uma ilustração do ator Al Pacino ocupava o topo da página inicial. 

Ainda de acordo com o Tecmundo (2018) o objetivo era bem simples: um face book, ou livro de rostos, sendo um diretório que tem perfis e fotos de universitários. Na rede, o usuário poderia adicionar amigos e dar aquela conferida nas informações do perfil… E só! Mas o projeto decolou e se tornou uma das páginas digitais mais acessadas no mundo, como veremos adiante. 

 

Crescimento: do entretenimento aos negócios

O que começou como uma simples diversão entre amigos, aos poucos, foi ganhando novas formas e expandindo-se para outros objetivos. Por meio do desenvolvimento do sistema, apostando em novas funcionalidades, o Facebook começou a ganhar altos investimentos no mercado tecnológico

Entrando de uma vez por todas no mundo dos negócios, e colhendo seus frutos, porém, também consequências, como disputa dos idealizadores pela participação no projeto e rompimento de amizades, o Facebook demonstrou potenciais para o seu crescimento. 

Para você ter uma ideia da dimensão do sucesso desta plataforma, segundo dados dos Resultados Digitais (2021) o Facebook é a rede social mais utilizada pela população mundial: com mais de 2,7 bilhões de contas ativas, sendo que cerca de 130 milhões são brasileiras. No ranking das redes sociais mais acessadas no Brasil, encontra-se em primeiro lugar. Nessa mesma lista exibida pelos Resultados Digitais, também encontram-se no top 5 outras redes digitais as quais o Facebook adquiriu, sendo, hoje, dono dessas plataformas. 

 

Dominando o digital: novas aquisições

 

Não é fraco, não! Visando a ampliar os seus meios digitais, angariando novos formatos, o Facebook investiu alto na compra de outras redes sociais digitais, tornando-se detentor de algumas das plataformas mais importantes para os negócios no meio digital, como o Instagram e WhatsApp. 

Instagram 

Um dos queridinhos dos internautas, principalmente em acesso mobile, o instagram foi comprado pelo Facebook em 2012, pelo valor estimado em 1 bilhão de dólares. Enxergando um cenário promissor e lucrativo, essa aquisição vem sempre trazendo atualizações e novidades em suas funcionalidades. Atualmente, por exemplo, é possível postar fotos com proporções diferentes, além de outros formatos, como vídeos, stories, e até um menu destinado às lojas para inserirem seus produtos, intitulado “Instagram Shopping”. 

 

WhatsApp

Quem não usa esse aplicativo, né? O WhatsApp virou um dos meios de bate-papo on-line mais acessados do mundo. E você acha que o nosso querido Zuckerberg não iria  mirar nessa repercussão? Mais uma aquisição garantida!

De acordo com o G1 (2020) a empresa de Mark Zuckerberg pagou US$ 16 bilhões pelo mensageiro em 2014, o que corresponde a cerca de R$ 38 bilhões, segundo a conversão do valor do dólar comercial da época. Hoje, o WhatsApp é o maior aplicativo de mensagens instantâneas do mundo, e estima-se que possua mais de 1,5 bilhão de usuários ativos, sendo 120 milhões de brasileiros.

 

Giphy

Recentemente, o Instagram incorporou mais um recurso em seus stories, o GIF, formato de imagens em movimentos com repetições contínuas. Isso devido à sua aquisição, pois abocanhou uma das plataformas mais acessadas para quem curte esse formato: a Giphy. 

Estimada em 400 milhões de dólares, o investimento proporciona uma nova opção de usabilidade aos usuários do Instagram. Não foi em vão que o Facebook investiu nessas aquisições. O objetivo foi ampliar seu negócio e, claro, lucrar mais em um cenário tão promissor como o Marketing e a Publicidade. 

Estratégias de Marketing e Publicidade

Quem é da área de comunicação, sinceramente, não vive sem inserir em seu plano de mídia as redes sociais digitais, claro, se estiver alinhado aos objetivos do cliente. Por meio da publicidade paga, um formato bem interessante e que dá bons resultados são os anúncios patrocinados. 

Pensando nisso, o Facebook Ads, mecanismo de marketing e publicidade que possibilita criar campanhas e exibir anúncios dentro da própria rede social, possibilita veicular conteúdos em diversos formatos por meio de um investimento que vai de acordo com a necessidade e objetivo de cada negócio. 

Por exemplo, se você é dono (a) de uma confeitaria e quer divulgar seus produtos para um público específico, pode começar gastando R$ 10,00 em um anúncio, estipulando seu objetivo: envolvimento, alcance, conversão… Na criação do anúncio, também é possível filtrar seu público por região, idade, gênero e hobbies. Detalhe: você não precisa estar seguindo a página. Se é potencial interessado e se encaixa com a segmentação do público filtrado, será atingido pela mensagem. Demais, né? 

Lembre-se que a grana investida no seu anúncio poderá variar: quanto maior for o investimento, mais a probabilidade de garantir resultados mais satisfatórios. 

Por isso que empresas de diversos segmentos apostam nesse formato para divulgar seus produtos e serviços. Dados mais recentes divulgados pelo Meio e Mensagem (2019) indicam que no segundo trimestre de 2019, o Facebook arrecadou US$ 16,6 bilhões via receita publicitária.  

Outro fator que faz com que os anunciantes invistam nessa plataforma é o Retorno Sobre o Investimento (ROI), pois  permite concentrar anúncios exatamente para o público certo do seu negócio, de forma a maximizar esse ROI. Assim, por meio dos dados adquiridos, é possível analisar em quais canais e formatos estão dando mais resultados. Esse indicador permite dar continuidade às ações que surtiram efeitos satisfatórios ou buscar melhorias em alguns que não tiveram tanto assim. 

É importante também destacarmos que há uma comunicação integrada às outras plataformas digitais adquiridas pelo Facebook. Ao selecionar os meios que você quer veicular o anúncio, pode optar por inseri-lo não somente no próprio Facebook, como também no Instagram, seja no feed ou nos stories, e no WhatsApp.

De um simples app de interação entre amigos a um dos aliados principais para o resultados do seu negócio. Com visão e ações estratégicas, é possível fazer com que uma marca se torne relevante e inesquecível para os seus consumidores. O Marketing e a Publicidade buscam sempre os meios mais convincentes e ideais para isso. E você? Tem um negócio e quer vê-lo também no topo? Vamos tomar um café e conversar um pouco mais sobre isso?

Vamos marcar
uma conversa?


Melhorar sua performance na comunicação é o nosso desafio.

Colecionamos cases de sucesso e queremos fazer o mesmo pela sua marca.

Fale com o nosso time de especialistas.