Tudo Sobre Logística Para E-commerce

Tudo Sobre Logística Para E-commerce

É bem provável que a logística para e-commerce seja uma das etapas mais importantes para gerir bem a sua loja virtual. A sua relevância para que o e-commerce funcione é inegável. Sabemos que ela está diretamente ligada a todos os processos de organização: desde o estoque até o envio dos produtos ou serviços comprados.

Por isso, se você objetiva conquistar um local de destaque no mercado com o seu negócio, e também oferecer uma experiência positiva de compra para seu público, definitivamente, precisa investir em logística para e-commerce.

Todavia, gerenciar a logística de uma loja requer bastante atenção e conhecimento envolvidos. Logo, quando os procedimentos de um e-commerce não são bem administrados, a gestão poderá se tornar complexa. E assim, encontrar pelo caminho verdadeiros desafios como: driblar altos custos ou garantir entregas de qualidade.

Mas calma, pois foi pensando nisso que criamos esse post. Durante o texto, você aprenderá as táticas que precisam ser dominadas para tocar o seu e-commerce de maneira estruturada e segura. Vamos lá?


A Logística Para E-commerce

É fato que um layout bem planejado, ótima experiência e bom conteúdo, contam muito para o bom desempenho da sua loja virtual. No entanto, quando há problemas com os produtos encomendados, o seu esforço on-line pode acabar sendo em vão.

Por isso, a logística pode ser considerada a grande vilã do e-commerce, já que se trata da parte “real” ou “física” das lojas virtuais.

Com o crescimento e aprimoramento do mercado, o público tem se tornado cada vez mais exigente, atraído por diversidade de produtos, bons preços e comodidade no momento das compras.

Sabendo disso, é possível afirmar que ter produtos chamativos não é o único ponto com qual você precisa se preocupar. Ter uma boa logística de vendas é essencial para garantir bons resultados.

A Importância do Bom Planejamento

A logística é o processo vital para que lojas virtuais funcionem. Sem um bom planejamento dela, os seus produtos não serão entregues, o que pode acarretar em consequências ruins. Reclamações na internet e a credibilidade abalada são algumas delas.

Por isso, quando bem planejada, a logística para e-commerce pode não só evitar desgastes, como também fidelizar e captar clientes. Se a sua loja possui entrega segura, por exemplo, os potenciais consumidores preferem comprar com você em vez do concorrente.

Fretes mais convenientes, prazos de entregas reduzidos e entregas confiáveis, com certeza, são fatores primordiais no momento da escolha. Por isso aprimorar a sua logística é um dos meios mais eficazes de conseguir boas posições no mercado. 

Você conhece o clico de vida dos seus produtos? É necessário entender um pouco mais a respeito. Por isso, clique aqui e confira um post completo sobre o assunto.


Tipos de Logística Para E-commerce

A distribuição é o principal fator para a logística de um e-commerce. Ela está encarregada da armazenagem, empacotamento e remessa efetiva dos produtos, já que as etapas de contato com produção e fornecedores são controladas dentro da própria loja virtual.

Portanto, dentro dessa etapa, existem algumas opções de escolha. Confira:


1 – Correios

A empresa conta com diversos serviços para entregas de produtos de lojas virtuais. E, pela extensa variedade de agências, costumam ser, de início, a primeira opção dos gestores.

Os correios atendem a todo o território nacional e permitem entregas também para o exterior. Há o registro de encomendas que pode ser acompanhado pelo site, tanto pelo gestor do e-commerce como pelo próprio cliente.

Entretanto, é importante lembrar que, apesar dos benefícios, os Correios apresentam restrições. No caso de transporte de encomendas que ultrapassem limites de tamanho e peso, por exemplo.


2 – Transportadoras

Em geral, as transportadoras, em especial as especializadas em entregas fracionadas, são a opção para os e-commerces que trabalhavam com os Correios. Porém, costumam ter problemas com as greves e os atrasos da empresa.

Esse tipo de transportadora é o que se utiliza de veículos de pequeno e médio porte na transportação de pacotes menores. E permite envio de encomendas à medida que os pedidos forem sendo feitos.

As transportadoras, na maioria das vezes, dispõem de entregas mais rápidas e seguras, além de serviço mais competitivo. Elas costumam se destacar também por investir bastante em tecnologia, principalmente quando se trata de rastreamento.

3 – Retirada no Local, Bicicletas e Motoboys

A retirada no local é uma estratégia largamente usada. Ela é ideal para atender clientes que preferem ir à sede da empresa buscar a encomenda, a fim de economizar com o frete ou poupar o tempo de espera pelo produto.

É interessante que essa alternativa esteja sempre disponível para quem mora em lugares onde a entrega em domicílio é mais complicada ou quem circula próximo ao local de distribuição.

Caso o objetivo da sua loja virtual seja trabalhar apenas com entregas na mesma cidade, é possível optar por  parcerias com empresas que disponibilizam frotas de motos ou bicicletas. Uma opção ideal para pequenas distâncias e encomendas.

4 – Logística terceirizada

Existem empresas que realizam todo o serviço de logística para e-commerce. Elas retiram o produto do estoque da loja, fazem o processo de empacotamento, comunicação com o consumidor, transporte, rastreamento etc.

Muitos empresários optam por essa terceirização quando o e-commerce cresce e a gestão começa a se tornar pouco mais sobrecarregada. Nesse caso, optar por terceirizar a logística evita erros e problemas com prazos de entrega.

Apesar de ser um investimento maior, a solução é eficaz para as lojas que não tem condições de administrar a logística, mas deseja ser ágil e evitar problemas.


Fatores da Gestão do Serviço

Aqui, listamos os cinco principais fatores que envolvem os processos de armazenamento e distribuição dos produtos de uma loja virtual:


1 – Planejamento de Vendas

Quando um cliente acessa a sua loja virtual, encontra um produto que pretende comprar e se depara com a mensagem de que ele está indisponível, provavelmente ele se frustra.

Portanto, é essencial criar uma previsão de vendas e repor os materiais de acordo com o que foi programado. Para isso, faça uma análise de suas demandas e crie estimativas baseadas em tendências do mercado.

Desse modo, você consegue planejar melhor a sua produção. Além de ter sempre produtos disponíveis, e não perder oportunidades por causa de um estoque desbalanceado. Garantindo que os itens estejam acessíveis à compra e elevando as vendas.

Quer saber mais sobre esse tipo de gestão? Clique aqui e entre em contato conosco para conhecer a nossa consultoria completa sobre logística para e-commerce.

2 – Controle e Gestão de Estoque

É essencial haver o controle e gestão do estoque. Desse modo é possível evitar situações como:  alta demanda por produtos que não existem em seu estoque e  compra exagerada de materiais. Ou seja, tenha em mente que o estoque da sua empresa precisa ser rigorosamente controlado.

Sabemos que você não pretende passar por nenhuma das duas situações descritas acima. Portanto, considere que o ideal na gestão eficiente de seu e-commerce, também é visar o equilíbrio no estoque. Uma vez que essas questões impactam diretamente na rentabilidade e margem de lucro do negócio.

Portanto, o mais viável é adotar ferramentas (softwares, de preferência) que controlem as entradas e saídas. Assim, você tem total conhecimento sobre o que possui e o que está em falta, além de ser capaz de impedir a tempo danos financeiros, desperdícios e perdas.

Quer saber um pouco mais sobre como ter um e-commerce eficaz? Clique aqui e confira um post completo sobre o assunto.

3 – Separação e Fulfillment

A separação, conhecida também como “picking”, é a etapa em que se prepara os pedidos para envio. Nesse processo, o produto é transportado do armazém até onde ele será embalado e expedido.


O Fulfillment, por sua vez, é o processo de atendimento ao cliente, desde o momento de seu pedido até o momento da entrega. Essa etapa é essencial, pois o cliente precisa receber todas as informações para sentir confiança na compra.


4 – Empacotamento 

Para conquistar o seu cliente, é importante utilizar uma embalagem bonita, chamativa, mas não apenas isso. 


Invista em um empacotamento resistente para reforçar a segurança e assegurar que o produto chegue intacto ao seu destino. Isso pode minimizar despesas com trocas e devoluções, promover maior satisfação ao consumidor e reduzir o índice de avarias no transporte.


5 – Cálculo e Política de Frete

O frete é um determinante crucial para as vendas e sustentabilidade da sua loja virtual. Muitos clientes acabam deixando o carrinho após calcular o frete e saber o seu preço. Às vezes, é tão caro que acaba custando mais do que o produto em si.

Portanto, é importante encontrar um meio termo de investimento para não prejudicar o cliente, tampouco a sua loja, que pode acabar tendo de arcar com as altas despesas de transporte.


Por isso, busque calcular esse custo com atenção e formular uma política de fretes inteligente. Assim, você saberá quais são os melhores momentos para realizar descontos e promoções que diminuirão o valor do frete e irão impulsionar suas vendas.


Criando Um Bom Plano De Logística Para E-commerce

Para manter a logística do seu e-commerce em dia, não é preciso uma equipe gigante de especialistas. Apenas planejar e direcionar cada etapa corretamente, visando a melhor experiência para o seu público. 


Aqui estão três passos muito importantes para elaborar um bom plano de logística, confira:


1 – Estruture o fluxo logístico

Primeiramente, desenhe o caminho que seu produto faz até chegar às mãos do seu cliente. Pense em como cada etapa vai acontecer, nos custos e nos fornecedores envolvidos.

Em seguida, defina os estágios detalhadamente, pois isso também pode te ajudar a identificar oportunidades ou antever problemas.

2 – Faça uso da tecnologia

Utilizar de parceiros e plataformas para e-commerces que disponibilizam soluções de automação integrada é um ótimo passo para deixar seu negócio mais produtivo.


Assim como gerenciar movimentações e entregas dos pedidos de maneira direta, pela interface da plataforma em questão. Isso te fará ganhar mais tempo e aprimorar o monitoramento de sua loja on-line

Além de ser um grande diferencial oferecer rastreamento de entregas, tanto para você quanto para o consumidor. Lembre-se da etapa de Fulfillment: é importante informar ao cliente todas as informações sobre o pedido.


3 – Organize as informações

Seguindo com a lógica do Fulfillment, organize as informações. 


Para o cliente, não é bom a sensação de incerteza sobre a própria compra. Portanto, planeje os tipos de mensagem que você vai enviar ao consumidor no decorrer do processo.


Determine em quais momentos e de qual maneira você enviará os avisos. Mensagens como: “seu pedido saiu para a entrega”, por exemplo. Pense em mensagens diferentes, inove e crie padrões próprios.

 
Organizar as informações também te deixa bem informado e preparado para as necessidades da logística. Funções como atender e solucionar possíveis dúvidas e necessidades ao longo do percurso, são algumas delas. 


Nesses processos logísticos, desentendimentos e falhas na comunicação podem ser comuns e se tornar causas de muito desgaste entre o cliente e a empresa. Portanto, mantenha o foco no atendimento de qualidade. 

Que bom que chegou até aqui! Ficamos felizes em saber que você aprendeu mais sobre o assunto abordado.

Porém, se você ainda tem dúvidas sobre logística e quer conhecer a nossa consultoria de Operação em logística para e-commerce, entre em contato conosco. 

Agora, para que você e o seu negócio fiquem por dentro de outros assuntos relacionados ao Marketing digital, acompanhe-nos nas redes sociais Facebook e Instagram. Até a próxima!

Vamos marcar
uma conversa?


Melhorar sua performance na comunicação é o nosso desafio.

Colecionamos cases de sucesso e queremos fazer o mesmo pela sua marca.

Fale com o nosso time de especialistas.

Desejo receber conteúdos e novidades da Anova Agência por e-mail.

WhatsApp chat